23 de fev de 2011

Ciência sob rodas

Projeto Ciência Móvel leva experimentos e conhecimento às cidades do interior do sudeste

Juliana Marques

Dentro do caminhão encontramos de tudo: painéis, filmes, microscópios e objetos científicos. Fora dele, centenas de jovens aguardam ansiosos para – pela primeira vez – visitar um museu. É assim que funciona o Ciência Móvel, um museu itinerante criado pelo Museu da Vida, da Casa de Oswaldo Cruz (COC), na Fiocruz, para democratizar o acesso aos centros de cultura e ciência no sudeste do estado e levar um pedaço dos museus para perto de quem vive longe deles. 

De acordo com o coordenador do projeto, o engenheiro Ribamar Ferreira, o objetivo do Ciência Móvel é ampliar o público dos museus e interiorizar a ciência no país. “Os jovens precisam ter a oportunidade de visitar os centros de ciência e ampliar o olhar. É como observar em um microscópio pela primeira vez. Quando eles entram em contato com estas experiências lúdicas são capazes de desenvolver perspectivas diferentes do mundo, e até mesmo despertar o interesse pela ciência”, explica Ferreira, que é também um dos co-fundadores da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente. 


Após a parada na Fiocruz, o Ciência Móvel segue para Seropédica, Volta Redonda e Minas Gerais. (Foto: Juliana Marques)

Quem vive em cidades do interior conhece as dificuldades encontradas para visitar museus. Muitos deles são localizados nas capitais, próximos dos investimentos socioeconômicos, mas distantes de milhares de crianças e adolescentes interessados em ciência. Foi assim que em 2004 o Ministério da Ciência e Tecnologia decidiu apoiar a ideia de levar as instituições até os alunos, em unidades móveis para diversas regiões do Brasil.

Desde sua primeira viagem, em outubro de 2006, o Ciência Móvel já chegou a 360 mil jovens e adultos em toda a região sudeste. As exposições são montadas e o ônibus se transforma em um auditório com 40 lugares, e exibe filmes científicos, palestras e abriga oficinas. Além disso, o museu oferece a exposição de acordo com gosto dos visitantes. “Preparamos exposições como Dengue, Energia, Pegadas de Darwin, Vias do Coração e Ótica. Elas podem ser expostas juntas ou separadas, de acordo com o tamanho do espaço disponibilizado”, explica Ferreira. Em breve, o coordenador prevê a chegada de mais uma mostra, desta vez sobre o mundo dos dinossauros, com parceria do Museu Nacional da UFRJ.

O Gyrotec, um aparelho semelhante ao giroscópio que simula exercícios feitos por astronautas é um dos mais concorridos das mostras, segundo Ribamar Ferreira. Microscópios e o planetário inflável também atraem os estudantes. (Foto: Juliana Marques)

Interessados em receber o Ciência Móvel na sua cidade pode entrar em contato com a prefeitura, secretaria de educação ou secretaria do meio ambiente. O projeto conta com a parceria da Fundação Centro de Ciências de Educação Superior à Distância do Rio de Janeiro (Cecierj), do Planetário do Rio de Janeiro e é patrocinado pela empresa Sanofi-aventis.


Saiba onde encontrar o Ciência Móvel nos próximos meses:

29/03 a 01/04 - Seropédica – Rio de Janeiro, na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
13/04 a 16/04 - Volta Redonda – Rio de Janeiro
11/05 a 13/05 - Florestal - Universidade Federal Viçosa – Minas Gerais


Quem mora em outras regiões do Brasil também pode receber um museu itinerante! Conheça os projetos de acordo com sua região:

NORDESTE
Bahia
Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC): Caminhão Com Ciência
Universidade do Estado da Bahia (UNEB)/Museu de Ciências e Tecnologia: Ciência Móvel
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)/Instituto de Pesquisas Gonçalo Muniz (IPqGM): Ciência na estrada

Pernambuco
Secretaria de Ciência e Tecnologia e Meio Ambiente/Espaço Ciência: Ciência Móvel
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): Laboratório Móvel de Arqueologia

NORTE
Amazonas
Universidade Federal Rural da Amazônia(UFRA): Clorofila Científica e Cultural dos Mangues do Pará

SUDESTE
Rio de Janeiro
Centro de Ciências do Estado do Rio de Janeiro(CECIERJ): Caravana da Ciência
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/Casa da Ciência da UFRJ: Ciência para poetas na escola
Centro de Ciências do Estado do Rio de Janeiro(CECIERJ): Praça da Ciência Itinerante

São Paulo
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)/Museu Exploratório de Ciências: Oficina Desafio
Universidade Estadual de São Paulo (UNESP)/Faculdade de Medicina de Botucatu: Sangue na Rua

Minas Gerais
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)/Centro de Difusão da Ciência: Museu Itinerante Ponto

CENTRO-OESTE
Mato Grosso
Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso: Circuito da Ciência

Brasília
Instituto de Física da Universidade de Brasília (UNB): Experimentoteca Móvel
Planetário Itinerante Museu de Ciências e Tecnologia de Brasília da UNB: Museu na Escola

SUL
Rio Grande do Sul
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): Laboratório Itinerante Tecnologia.Com.Ciência
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS): Projeto Museu Itinerante

TODO O BRASIL
Divisão de Educação do Serviço Social do Comércio (SESC)/Departamento Nacional: SESCiência


Ciência Móvel no Museu da Vida, no campus da Fiocruz

Data: 15/02 a 26/02
Horário de funcionamento: terça a sexta – das 9 às 16h30
Sábados - das 10 às 16 horas

Entrada grátis

Exibição de vídeos científicos no caminhão:
Terça a sexta – entre 10 e 12 horas.
Sábados: entre 10 e 12 horas, e das 13h30 às 15h30
Endereço: Av. Brasil, 4.365 – Manguinhos